apoio científico

apoio

Atualidade

CAR T cells avaliadas no tratamento de várias neoplasias hematológicas

“Com uma experiência curta”, o IPO de Lisboa só recentemente começou a utilizar as CAR T cells, razão pela qual o Dr. Nuno Miranda, hematologista no IPO de Lisboa, admite não ser possível fazer “comparações com os resultados de estudos publicados internacionalmente”. Relativamente aos trabalhos divulgados na ASH 2020, o especialista referiu que foram apresentados dados novos que avaliaram a estratégia terapêutica com CAR T cells na área do mieloma múltiplo.  

Ver mais

Updates na área das neoplasias mieloproliferativas crónicas BCR-ABL negativas

A propósito das novidades na área das neoplasias mieloproliferativas crónicas BCR-ABL negativas, divulgadas durante a 62nd ASH Annual Meeting and Exposition (ASH 2020), a Dr.ª Ana Luísa Pinto, hematologista no Centro Hospitalar e Universitário de São João (CHUSJ), no Porto, destacou duas sessões clínicas, uma das quais dedicada à mielofibrose primária e outra dedicada à policitemia vera (PV).

Ver mais

Estudos apontam novas possibilidades de tratamento para as síndromes mielodisplásicas de alto risco e mielofibrose

No rescaldo da reunião anual da American Hematology Society (ASH 2020), a Dr.ª Francesca Pierdomenico, hematologista no IPO de Lisboa, analisou alguns trabalhos e sessões que avaliaram novas possibilidades de tratamento das síndromes mielodisplásicas (SMD) de alto risco e da mielofibrose (MF). 

Ver mais

E depois das CAR-T cells? Que opções estão disponíveis para doentes refratários a esta possibilidade terapêutica?

Em jeito de balanço, a Dr.ª Maria Eduarda Couto, interna do 5.º ano de Hematologia Clínica no IPO do Porto, analisou as sessões, integradas no programa científico da ASH 2020, que destacaram as novas possibilidades de tratamento com a utilização de anticorpos bi-específicos em doentes refratários à terapêutica com CAR-T cells.

Ver mais
Pág. 1 de 5

Newsletter

Receba em primeira mão todas as notícias