apoio científico

apoio

Trabalho retrospetivo europeu avaliou os outcomes de mais de 2 mil doentes com amiloidose AL

Trabalho retrospetivo europeu avaliou os outcomes de mais de 2 mil doentes com amiloidose AL

O Centro Hospitalar e Universitário de São João (CHUSJ), no Porto, e a Fundação Champalimaud, em Lisboa, foram as duas instituições que participaram no estudo “First Glimpse on Real-World Efficacy Outcomes for 2000 Patients with Systemic Light Chain Amyloidosis in Europe: A Retrospective Observational Multicenter Study By the European Myeloma Network”. Os resultados deste estudo de colaboração com o European Myeloma Network, que contou com a participação de 10 países europeus, incluindo Portugal, foram ontem, dia 7 de dezembro, apresentados durante a 62nd ASH Annual Meeting and Exposition (ASH 2020). No rescaldo desta apresentação, o Dr. Rui Bergantim, hematologista no CHUSJ, comentou as principais conclusões deste trabalho, em que também colaborou como coautor.  

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo

Newsletter

Receba em primeira mão todas as notícias